Análise Junguiana de Crianças

A Psicologia Analítica desenvolvida por C. G. Jung e seus seguidores é o fundamento teórico da análise junguiana de crianças.

 

De acordo com a Psicologia Analítica o desenvolvimento se baseia na Individuação, um processo de desdobramento e intensificação gradual da personalidade que ocorre durante toda a vida do indivíduo. A análise junguiana de crianças trabalha utilizando o modelo da Individuação, dessa forma busca identificar onde a criança estacionou em seu desenvolvimento e tem como objetivo ajudá-la a seguir em frente para a próxima etapa de seu crescimento. Não tem como foco a “solução”, e sim a orientação para um “processo” que envolve o trabalho com a criança, para conectá-la ao seu inconsciente através das brincadeiras, jogos, análise de sonhos, contos de fadas e das técnicas expressivas como a arte (desenhos, pinturas, etc) e o Sandplay.

 

A ênfase não é colocada somente na resolução das questões relacionadas ao passado da criança, mas ajudando-a a mover-se em direção ao seu desenvolvimento futuro. As informações sobre as possibilidades de crescimento do indivíduo estão contidas no inconsciente que engloba ambos o passado e a antecipação do futuro. Jung considerou a Individuação como o processo central do desenvolvimento humano.

O Brincar Simbólico

O brincar contribui para:

1.

Enfrentar desafios.

2.

Estimular a capacidade.

3.

Espontaneidade.

4.

Soltar a imaginação.

5.

Desenvolver a confiança em si e no outro.

6.

Alegrar-se, divertir-se.

7.

Estruturação da identidade.

8.

Restaurar e cicatrizar histórias e dificuldades.

"O Sandplay faz uso de um comportamento que é inato, comum a todas as culturas e com a qual as crianças reagem natural e espontaneamente a qualquer dificuldade, trauma, medo ou insegurança, a saber, o BRINCAR.”
(Eva Zoja)
“A fantasia me parece a expressão mais clara da atividade específica da psique. É sobretudo a atividade criativa donde provêm as respostas a todas as questões passíveis de resposta; é a mãe de todas as possibilidades onde o mundo interior e exterior formam uma unidade viva, com todos os opostos psicológicos. A fantasia foi e sempre será aquela que lança a ponte entre as exigências inconciliáveis do sujeito e objeto, da introversão e extroversão.”
(JUNG, 1912 em Tipos Psicológicos Vol. VI )

Bibliografia para o estudo da Análise de crianças, indicações sobre a análise junguiana, Sandplay, Arteterapia e sobre o Desenvolvimento do Desenho Infantil:

Junguian Child Analysis – Edited by Punnet A.  Fisher King Press, 2018.
Sandplay – Past, Present & Future – Mitchell R. &  Friedman H., London: Routledge,  1994.
Advances in Projective Drawing interpretation – Hammer E., Illinois: Charles Thomas Publisher, 1997.
Formas de pensar o desenho – Desenvolvimento do grafismo infantil, Derdyk E., São Paulo: Editora Scipione.
Seminários sobre sonhos de crianças –  Jung C. G. Petrópolis: Vozes, 2011.
Imagens do Self – O processo terapêutico na caixa-de-areia – Weinrib E., SP: Summus Editorial, 1983.
Sandplay – Silent Workshop of the Psyche – Bradway K. and McCoard B., NY: Brunner-Routledge,1997.
Draw me a Picture –  Foks-Appelman T.,  Netherlands, 2012.
Imaginação e a Arte na Infância – Vigotsky L. Lisboa: Editora Relógio D’Água, 2009.
A criança – Neumann E., Cultrix, 1995.
A terapia do Jogo de Areia – Ammann R. – SP: Editora Paulus, 2002.
Sandplay – A Psychotherapeutic Approach to the Psyche , Kalff D., Temenos Press, California, 2003.
O mundo secreto dos desenhos – Furth G., São Paulo, Editora Paulus, 2004.
Introduction to Picture Interpretation – Abt T. Zurich: Living Human Heritage, 2005.
História da origem da consciência – Neumann E., Cultrix, 2008.

©2020 Sandplay Terapia. Orgulhosamente criado por Thiago Ferreira.

  • Facebook Daniela Carneiro
  • Instagram Daniela Carneiro